Mongólia – Parte III – Terceiro dia do passeio pelo interior.

Para ver o post do dia anterior, segundo dia, clique aqui.

O dia amanheceu chuvoso e frio. Depois do café da manhã saímos do Parque Khustaiem direção à capital Ulan Bator, com destino ao Terelj National Parque.
No caminho, 54 km depois de passar pela capital, visitamos o monumento e museu Chigges Khaan, construído em 2008 com a finalidade de tornar-se um centro turístico. A grande Estátua Equestre de Genghis Khaan, com 40 m de altura, faz parte do Complexo, no local onde, segundo a lenda, ele encontrou um chicote dourado. O projeto propõe a construção de um tourist camp, como eles chamam as pousadas típicas, nos arredores do monumento. A obra é grandiosa e muito bonita. Fica no centro de uma linda planície no parque Tsonjin Boldog Chingiss Khaan.Chegamos na hora do almoço no tourist camp onde ficaríamos hospedados naquele dia. No almoço foi servida, de entrada, uma sopa típica feita com massa caseira e carne de cordeiro. Como prato principal, uma massa bem fina recheada de carne de ovelha moída. Essa massa é tradicionalmente comida com as mãos, sem ajuda de talheres. Ambos os pratos tinham uma aparência desbotada, sendo impossível gostar deles à primeira vista. No entanto fiquei surpresa, porque estavam deliciosos! Depois do almoço saímos para conhecer o parque.Depois rumamos com destino ao Parque Nacional de Terelj, onde visitamos o Monastério de Aryabal e a grande rocha em formato de tartaruga. O parque tem uma beleza singular, vegetação rasteira, árvores, pedras e montanhas. Os lamas do século XVII souberam escolher um lindo lugar para fazer seu templo de meditação. A zona turística do parque nacional é formalmente parte de Ulan Bator.O monastério fica no alto, fincado numa montanha com vista para o vale. Uma visão deslumbrante. Subi as escadas, que são muitas, para ver o templo e a estátua do Buda. Chegando vimos que o monastério estava fechado. A subida valeu por que pude ver a construção de perto e a linda vista do vale e das montanhas.

Voltamos para o tourist camp para aguardar o jantar e o  dia seguinte.

Após o café da manhã saímos rumo a Ulan Bator com paradas no Parque Terelj para admirar a linda paisagem e fazer fotos com sentimento de uma deliciosa satisfação de ter feito um passeio tão diferente, singular e super interessante.

Se tiver a oportunidade de voltar à Mongólia farei um passeio pelo deserto e a região dos lagos.
Para ver o dia seguinte clique aqui quando falo de Ulan Bator, a capital da Mongólia.

No próximo post falo sobre a capital da Mongólia – Ulan Bator.
Links úteis:
Estátua Equestre de Genghis Khan:
Parque Nacional de Terelj:
Monastério de Aryabal:

Sem Respostas para "Mongólia – Parte III – Terceiro dia do passeio pelo interior."

    Deixe seu comentário