Degustação de Vinhos Brasileiros

Na última terça, 13 de dezembro, participei da degustação de grandes vinhos brasileiros promovida pela Associação Brasileira de Sommeliers – ABS -Brasília, organizada pelo presidente Duarte e apresentada pelo diretor  Matoso, que ficará para a história. Estávamos num grupo  pequeno de pessoas que tinham bom conhecimento do assunto.
Todos concentrados, olhamos, cheiramos e provamos cada vinho, alternando com água e pão, para eliminar os vestígios do sabor do anteriormente degustado e curtindo cada gota do precioso líquido.
Ao final saboreamos uma massa com ragu de cordeiro caprichosamente preparada pelo Duarte e testamos a harmonização.
Ao todo degustamos nove vinhos de diferentes regiões do Rio Grande do Sul.  Os vinhos eram de diferentes safras e de boa qualidade. Lógico que entre eles cada um tem a sua preferência e também não podemos comparar com os vinhos produzidos em Bordeaux, tendo em vista a tradição francesa na elaboração de excelentes vinhos.
A seguir relaciono os vinhos na ordem da degustação e escrevo, conforme aprendido com o Matoso, um pouco sobre cada um.
Ah! Tenho que registrar que o evento Degustação de Grandes Vinhos Brasileiros foi feito em duas etapas. A primeira foi no dia 6 de dezembro e apresentada pelo Diretor Hermínio. Falarei dela noutro dia.
 
Que venham novas degustações!

 

Cuvée Giuseppe – Chardonnay – 2009 – Vale dos  Vinhedos – Vinícola Miolo
·         Cuvée é um termo francês para “pequeno corte”, que representa a essência do Miolo Cuvée Giuseppe Chardonnay, um corte de diferentes parcelas de Chardonnay selecionadas nos vários vinhedos da família Miolo, na região do vale dos Vinhedos, com Denominação de Origem.
·         Cor: apresenta-se límpido com boa tonalidade de cor que vai do amarelo-esverdeado ao palha.
·         Aroma – Possui uma marcante intensidade aromática, harmonizando bem as notas da fruta com as notas do carvalho. Descritores do Aroma: pêssego, pera, damasco, mel, baunilha, coco.
·         Sabor – Apresenta cremosidade intensa, acompanhada de bom volume em boca, de acidez equilibrada e retrogosto prolongado.
·         Preço aproximado de R$ 56,00

Angheben – Touriga Nacional – 2005 – Encruzilhada do Sul – Angheben Adega de Vinhos Finos

·         A origem do nome ANGHEBEN remonta o tempo dos antigos Celtas que habitavam a região alpina entre a Itália e a Áustria. „ Segundo estudos de lingüístas, o nome  ANGHEBEN significa habitante do vale.„
·         Touriga Nacional é a casta (uva) mais emblemática de Portugal.
  • Com um bom bouquet, várias notas florais „ Na boca é macio, com ótimo volume no palato.
  • Preço aproximado de R$ 35,00
  • Bom. Foi uns dos que mais gostei.
Dal Pizzol 200 anos – Touriga Nacional – 2009 – Serra Gaúcha – Vinhos Dal Pizzol
·         A história da família Dal Pizzol no Brasil teve início no século XIX (1878) com a chegada dos irmãos Martino e Bartolo Dal Pizzol vindos de San Pietro di Feletto, na província de Treviso, Região do Veneto.
·         O vinho amadureceu por um período de 10 meses em tanques de inox, é estabilizado, filtrado e engarrafado e permanece em média 3 meses descansando, antes de ser liberado para comercialização.
·         Cor: Vinho de cor vermelha rubi com reflexos violáceos
·         Aroma: fino de frutas vermelhas como amoras e mirtilos, flores silvestres.
·         Boca: paladar persistente harmônico, bom volume de boca, com taninos evoluídos e elegantes.
·         Recomendações gastronômicas: Acompanha pratos condimentados, carnes vermelhas, caças, bacalhau, massas, embutidos, defumados, queijos e patês.
·         Preço aproximado de R$ 29,00
·         Bom.
DNA 99 – Merlot – 2005 – Indicação de  Procedência Vale dos Vinhedos – Pizzato Vinhas 
e Vinhos
·         Visual: apresenta cor intensa, rubi violácea
·         Aroma: Lembra caldo de frutas vermelhas flambadas, geléia, especiarias, baunilha e moca, ameixas secas.
·         Boca: Encorpado, de boa persistência e equilíbrio,  com retrogosto prolongado com traços de especiarias, ameixas e moca.
·         Harmonizações: Acompanha de aves a carnes vermelhas  elegantemente temperadas,  até carnes de caça.
·         Preço aproximado de R$ 106,00
·         Bom demais.
Stória Gran Reserva – Merlot – 2005 – Vale dos  Vinhedos – Casa Valduga
·         Cor: Vermelho rubi intenso. 
·         Aroma: Complexos que passam do café, chocolate, um fino tostado unindo em perfeita harmonia com as notas de frutas vermelhas como ameixa californiana, esbanjando elegância e  complexidade. 
·         Sabor: De corpo potente e pleno, taninos maduros e envolventes, de boa qualidade e marcante, apresenta alta  estrutura e persistência gustativa.
·         Preço aproximado de „ R$135,00
·         Bom.
Gran Fabian – Cabernet Sauvignon / Merlot / Ancellotta – 2004 – Altos Montes – Vinícola Fabian
·         A família imigrou da Itália para o Brasil no final do século XIX.
·         A tradição vitivinícola herdada dos ancestrais foi favorecida pelo clima encontrado na região dos Vinhos dos  Altos Montes.
·         GASTRONOMIA: combina com comidas condimentadas,  tipo, carnes vermelhas,massas, serviço a 16°C.
·         VISUAL: Cor vermelho rubi intenso.
·         NASAL: aroma de frutas silvestres, baunilha,chocolate.
·         BOCA: equilibrado, estruturado e persistente, gastronômico.
·         Preço sugerido: não localizado.
·         Bom demais.
-Anima Vitis – 2005 – Nova Pádua RS – Vinícola  Boscato
·         É  um assemblage de 5 uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Ancellotta, Refosco Del Pedúnculo Rosso e Alicante Bouschet, A Refosco, cujas primeiras mil mudas foram trazida pelo Clovis Boscato em 1998, é uma das cepas que contribuem para dar o toque de diferença no Anima Vitis 2005.
·         É  intrigante e diferente em seu paladar, dos  vinhos que está-se acostumado a degustar da região.
·         Cor rubi com toques violáceos, bem escuro e brilhante, não trás elo de evolução que diga sua idade, nada transparente,  tem no olfato aromas frutados de ameixas maduras, algo de floral, especiarias (lembra o cravo), um leve toque mineral que ajuda a formar a complexidade deste vinho e os tostados e chocolate dos  empireumáticos.
·         Harmonização: carnes em geral assadas ou ao molho, fortes e 
aromáticos.
·         Preço estimado de R$ 290,00
·         Bom.
Don Laurindo Comemorativo – Assemblage – 2008 – Serra Gaúcha – Vinícola Don Laurindo
·         Vinho especialmente elaborado para comemorar os 80 anos do patriarca Laurindo Brandelli e os 20 anos  da Vinícola Don Laurindo
·          Seleção manual de cachos com maior índice de maturação em diferentes partes do vinhedo. 
·         Variedades: Tannat, Merlot, Malbec, Ancellotta e  Cabernet Sauvignon, sem porcentagem definida.
·         Fermentação malolática em barris novos de carvalho francês, com posterior envelhecimento nos mesmos   por 12 meses. 
·         Por conta do elevado índice de tanino, o vinho torna-se  de grande guarda, podendo evoluir positivamente por mais de 10 anos.
·         Produção limitada e exclusiva de 2.680 garrafas.
·         Aroma e paladar complexos, com potencial de guarda superior a dez anos, diz  Ademir Brandelli, enólogo produtor. Pela forte presença de taninos, recomenda um arejamento de mais de duas 
horas ou passagem pelo decanter antes do consumo.
·         É um vinho para degustar daqui a alguns anos e verificar a excelência do vinho brasileiro e seu potencial de evolução.
·         Preço aproximado de „ R$240,00
·         Bom.
Sesmarias – 2008 – Seival – Campanha – Vinícola  Miolo
·         Variedades: Cabernet Sauvignon / Merlot / Petit Verdot / Tannat / Tempranillo / Touriga Nacional
·         Análise visual: Vinho de elevada intensidade cromática, vermelho escuro profundo mesclado com importante matiz de tom violáceo.
·         Análise olfativa: Vinho de fragrância arrebatadora, dominando a malha volátil os florais, intrometidos com depuradas notas de fruta negra ebm amadurecida, condimentada com nuances de especiarias.
·         Análise gustativa: Vinho poderoso, altamente estruturado, com grande volume em boca e intrigantemente elegante com taninos redondos e sedosos que proporcionem um retrogosto longo e muito demorado.
·         Harmonização: A sofisticação e o requinte do Sesmarias exige também engrandecido acompanhamento gastronômico. Como se trata de um vinho elegante, longevo, corpulento, de acidez  refrescante, harmoniza com iguarias à base de carnes nobres e carnes de caça, um vinho moderno excelente parceiro de qualquer obra culinária da tão em voga cozinha contemporânea.
·         Preço aproximado de „ R$250,00
·         Bom.

author-avatar

AMOR GASTRONÔMICO: RANGO OU CHIQUE. Cozinhar para mim é sinônimo de prazer. Sempre que posso estou na cozinha. Por isso, decidi criar este blog, e a partir de agora terei a oportunidade de compartilhar com vocês minhas experiências – positivas ou não – na arte da gastronomia. E também disponibilizar relatos de viagens e receitas testadas e aprovadas. Sejam bem vindos, Ivone Santiago.

Sem Respostas para "Degustação de Vinhos Brasileiros"

    Deixe seu comentário