Bolovo

Já comeram bolovo? Ouviram falar?
Pois é… Eu ouvi sobre a existência do bolovo em janeiro deste ano. Tinha recebido a visita dos amigos Geisi e Adriano – vindos de Nova York – e da Lourdes, do João e do Giovanni, de Londrina (PR).

Estávamos na sala e rolava um papo cabeça sobre pratos e vinhos chiques, a maioria estrangeiro. Eis que, simplesmente do nada,  Giovanni, que até então não tinha se manifestado, eleva a voz e pergunta:

– quem aqui conhece bolovo?
Um momento de silêncio.
A cara de espanto, ao ouvir o nome desse prato, digamos, aparentemente exótico, era comum em todos os presentes na sala. Bolovo. Esta era a palavra. Este era o prato. A primeira voz que veio a quebrar aquele silêncio pronunciou um simples, mas emblemático, “Heeein?!”.
Era lógico que ninguém ali, a não ser Giovanni, conhecia o bendito bolovo, seja lá o que viesse a ser aquilo. Se era bom ou não, não sabíamos, mas ao menos despertou a curiosidade.
Ficamos interessados em saber do que se tratava. Ele relatou a experiência:
– Uma vez, em 2003, fiz uma viagem, que começou em Londrina, foi até Curitiba (PR) e, de lá, seguiu para Natal (RN). Até aí, tudo bem. Acontece que essa viagem foi feita dentro de um ônibus. Cinco dias para ir, cinco dias em Natal e, depois, mais cinco dias de viagem de volta. Não bastasse, no meio da viagem (em Sergipe, salvo engano), paramos num posto para comer algo. – Contou Giovanni.
Aquela história até que poderia valer por si só, mas, na sala, ninguém ainda tinha se dado por satisfeito. Afinal, restava a dúvida: o que vem a ser o tal bolovo? É de beber? De passar no cabelo? Não! Giovanni continuou o relato da aventura:
– Então, naquele posto, existia uma coisa parecida com coxinha, mas um tanto diferente. Resolvemos pedir mesmo assim. Quando aquele salgado gorduroso chegou num pratinho, a fome era maior que o medo. Então, sem pensar nos efeitos que aquela atitude poderia causar – e muito menos que a partir dali teríamos que encarar mais um trecho considerável na estrada fechados dentro de um ônibus – lasquei a primeira mordida. Pra minha supresa, foi nesse instante que conheci o bolovo. Super simples: bolovo é um ovo cozido enrolado em massa de coxinha e frito! – descreveu, como se isso fosse a coisa mais apetitosa do mundo.
“Écuti!”
Lembro que ouvi alguém dizer isso, mas não sei ao certo quem.
Com isso, mudamos nossa conversa naquela noite, que começara tendo como tema vinhos e pratos sofisticados. O papo que era chique, passou a ser totalmente sobre um rango. Sem contar que, já em 2003, ano daquela viagem, Giovanni disse que pediu uma Coca-cola para acompanhar o que parecia uma coxinha, mas era um bolovo. E não é que o atendente não sabia do que se tratava uma simples Coca-cola? 2003, gente! Dá pra acreditar? Pois bem. A única bebida disponível era uma tal de Frevo-cola. Pensa: bolovo com frevo-cola. Arrepia, só de pensar.
Mas voltando ao que era chique e passou a ser rango, vale lembrar que foi assim que nasceu o nome deste Blog que você lê nesse exato instante. E como não podia ser diferente, o primeiro post foi feito pelo Gi, só que com uma fotografia de um bolovo feito com ovo e revestido com carne, em vez da massa de coxinha.
– Mas já comi esse bolovo feito com carne! Lá em Curitiba, existe bolovo feito com ovo de codorna e envolvido em bolinho de carne. Típica comida de boteco. E é bom! – relatou Giovanni, desta vez nos deixando com água na boca. Bom… Na verdade era mais curiosidade do que água na boca, pra valer. Mas também estava valendo.
A partir desse relato inesperado, ficamos de fazer bolovo em casa e postar a receita completa, até porque todas as receitas de Rango Chique  são testadas antes da publicação, para passar por aprovação antes de ser sugerida a você, leitor.

E foi na última sexta-feira que eu, Silas e Giovanni fomos para a cozinha. O prato do dia?

Bolovo de Carne!

Vocês não têm idéia de como é bom! A combinação de bolinho de carne com ovo é perfeita. E pra dar um toque especial, o Gi ainda comprou Tubaína* (tem gosto para tudo, né?!).

Enquanto ele e o Silas ficaram na Tubaína, tomei uma cerveja bem gelada.

Um parêntese: (Adriano e Geise, saibam que farei esse delicioso rango chique – mais pra rango do que pra chique, mas ainda sim surpreendente e saboroso – quando vocês vieram novamente visitar nossa casa. Se apressem!).

Segundo parênteses: (Lourdes e João, vosso filho é um especialista em bolovo, continua na liderança no conhecimento sobre tal delícia, já que comeu bolovo de carne e de coxinha. E ainda tá vivo! Demais!)
A seguir, a receita em 5 passos. Suuuuper fácil de fazer.
[Fizemos com ovo de galinha e de codorna. Fica bom das duas formas].

Bolovo

Prep Time: 15 mins
Cook Time: 30 mins
Yields: 18

Ingredientes

  • Bolo de carne:
  • 04 unidades de ovo de galinha (um para o preparo do bolinho de carne e os demais para serem cozidos)
  • 04 unidades de ovo de codorna (que serão cozidos)
  • 1 pacote de sopa de cebola
  • 500 gramas de carne bovina (patinho moído)
  • 01 ovo
  • 1 litro de óleo
  • Ovos Cozido:
  • Água
  • 03 ovos de galinha
  • 04 ovos de codorna
  • 2 Cups - Organic Plain Flour

Método

  1. Junte todos os ingredientes misture bem . Reserve.
  2. Cozinhe os ovos.
  3. Descasque-os.
  4. Cubra o ovo com a carne preparada.
  5. Frite em óleo quente.

Informações adicionais

Prefiro comer o bolovo acompanhado de cerveja.


Bom apetite!!!

author-avatar

AMOR GASTRONÔMICO: RANGO OU CHIQUE. Cozinhar para mim é sinônimo de prazer. Sempre que posso estou na cozinha. Por isso, decidi criar este blog, e a partir de agora terei a oportunidade de compartilhar com vocês minhas experiências – positivas ou não – na arte da gastronomia. E também disponibilizar relatos de viagens e receitas testadas e aprovadas. Sejam bem vindos, Ivone Santiago.

10 Respostas para "Bolovo"

  • comment-avatar
    Ivone Santiago 24/11/2011 (09:58)

    Fe, sabia que você ia gostar de fazer e de comer. É fácil e muito gostoso. Saudades. Beijos.

  • comment-avatar
    Luiz Felipe 21/11/2011 (22:45)

    Fiz esse rango chique na janta hoje Tia.. e ficou otimo.. 😀

  • comment-avatar
    Ivone Santiago 19/11/2011 (22:07)

    Tomasetti, que bom que gostou do blog.
    Abraços.

  • comment-avatar
    Guilherme Tomasetti 19/11/2011 (21:44)

    Ohh coisa boa que ficou esse Bolovo !!
    Adorei o BLog !!

    Bjos

  • comment-avatar
    Ivone Santiago 19/11/2011 (13:54)

    Ana Cláudia, gostoso demais saber que você curti o blog. Experimente fazer o bolovo e conte-me como ficou.Beijos.

  • comment-avatar
    Ivone Santiago 19/11/2011 (13:50)

    Milena, faça e verá que rango bom rsrrsrsss.

  • comment-avatar
    Ana Claudia Teles 16/11/2011 (16:56)

    Que demaisss !
    vou experimentar fazer .
    Amooooo seu blog

  • comment-avatar
    Anônimo 16/11/2011 (16:34)

    Ivone, esse definitivamente é rango! kkkkkk Adooooro!!! Vou fazer, adoro coisinhas fáceis, simples e deliciosas! Bjs. Milena.

  • comment-avatar
    Ivone Santiago 12/11/2011 (03:43)

    Ana, o negócio é muito bom. Experimente. Beijos.

  • comment-avatar
    Paula 12/11/2011 (03:15)

    Ameeei!
    Embora a Lourdes já tivesse me contado a história toda, me matei de rir novamente lendo o relato aqui no blog!
    Juro que eu queria estar na sala de vcs para me juntar a essa cena e observar a expressão de cada um com o repentino comentário do Giovanni!… rss…

    Seu blog está cada vez melhor, Ivone!
    (Deu até vontade de provar o tal BOLOVO… rs)

    Beijos, Paula.
    (F8031062) rs…

Deixe seu comentário